sábado, 16 de setembro de 2006

Dream: o óbvio é comprovado para o diabetes

The New England Journal of Medicine e The Lancet publicaram os resultados do braços ramipril e rosiglitazone, respectivamente, para a verificar a redução da incidência do diabetes (melito, tipo 2). O estudo patrocinado pela Glaxo Smith Kline para promover o Avandia, marca do rosiglitazone chama-se Diabete REduction Assessment with ramipril e rosiglitazone Medication, ou DREAM. A crítica inicial ao estudo é o propósito de se estudar incidência de diabetes com um medicamento que altera a o metabolismo de carbohidratos reduzindo a glicemia de de forma comprovada como o rosiglitazone. Explico melhor, a definição de diabetes é baseada no nível glicêmico e, arbitrária. Obviamente, tal como aconteceu com outros medicamentos para o diabetes –arcabose e metformina – a ação do fármaco reduziria o aparecimento de diabetes. E, de fato foi o que ocorreu após 3 anos na população de pacientes com intolerância à glicose: uma redução de 22% (placebo) para 11,9 %, em outras palavras haverá necessidade de se tratar 7 indivíduos nesse período para evitar um caso de diabetes e, considerando o custo de 8mg de rosiglitazone de R$9,00/dia teríamos um custo de aproximadamente R$70.000,00 para se evitar um novo caso de diabetes. Além disso houve 0,5% de insuficiência cardíaca no grupo da rosiglitazone contra 0,% no lado do placebo, novamente em outras palavras: para cada 25 pacientes que façam uso do medicamento, um desenvolverá insuficiência cardíaca. Outro aspecto importante é que nenhum dos desfechos clínicos – exceto insuficiência cardíaca já citada - como infarto do miocárdio, angina e doença cerebrovascular se alteraram com o uso da rosiglitasone. No braço do ramipril não houve diferença alguma, uma delas relativamente estranha: a não proteção do ramipril para eventos cardiovasculares, mesmo em tempo inferior de seguimento quando comparado a outro estudo (HOPE). No entanto, o aspecto mais relevante é quanto que esse estudo representará em ganhos para a empresa. A Reuters noticiou que “....that is good news for Glaxo, which has two new rival diabetes treatments on its heels in the form of DPP-4 inhibitors Galvus from Novartis and Januvia from Merck & Co. Inc. , ....Bullish analysts, such as those at Deutsche Bank and Bernstein, have predicted the clinical results could help lift sales of Glaxo's second-biggest product to 2.8 billion pounds ($5.3 billion) by 2010 or 2011, from 1.3 billion in 2005. But others are more skeptical, with JP Morgan not seeing a significant sales lift from the latest data given the problems of identifying suitable patients and justifying treatment. …..” The potential market to be addressed in treating them could, in theory, be worth some $15 billion a year, according to Merrill Lynch." Voltando, aos artigos, editorialistas de ambas revistas sugerem que o fundamental é dieta com menos calorias e exercício físico.Os artigos e editoriais são de acesso livre em
http://www.thelancet.com e http://www.nejm.org

Um comentário:

Mannu disse...

Hi, I found your blog to be very informative I would also recommend you will like this website to be very helpful for providing
generic drugs like Celecoxib.
Budget medicine is very trusted name online since 2002.