segunda-feira, 24 de março de 2008

Homicídios em Belo Horizonte: aqui, primeiro e mais confiável.

O faroeste da blogosfera está discutindo os homicídios em Belo Horizonte. Os leitores desse blogue estão informados há muito mais tempo, ou seja desde julho, quando os dados do Ministério da Saúde foram liberados. A origem da informação foram as secretarias de estado e dos municípios.
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007 Mortalidade 2005 (3): Taxas de homicídio em SamPa, Rio e BH de 2001 a 2005. O quadro mostra a evolução das taxas de homicídios nos cinco primeiros anos da década nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. São Paulo começa com os valores mais elevados, mas ano a ano vai apresentando redução impressionante, tanto que hoje a região encontra-se na 18a posição nesse ranking infeliz. Belo Horizonte - em contraste - teve aumento expressivo, passando para a 4a posição, próximo aos valores do Rio de Janeiro. O Rio de Janeiro também vem apresentando taxas declinantes, mas com desacelaração inferior à observada em São Paulo. Mais uma vez, os dados atrapalham as análises com o viés ideológico, político e partidário. Atenção, acadêmicos, vamos estudar a fundo esses dados. Afinal, não servimos somente para escrever artigos indignados na grande imprensa, mas para interpretar o mundo! Postado por Paulo Lotufo às 15:46 1 comentários Mortalidade 2005 (2): as maiores taxas de homicídio nas regiões metropolitanas Os dados de mortalidade de 2005 do Ministério da Saúde permitiram calcular a taxa de homicídios nas regiões metropolitanas do país naquele ano. Utilizei somente a população masculina. Em resumo, dividi o número de óbitos pela população total de cada área. Sempre utilizando os dados disponíveis em http://www.datasus.gov.br Recife continua na liderança desse ranking infeliz, mas está administrando bem a situação vide o post anterior Pacto pela Vida em Pernambuco. No mesmo estado, a região de Petrolina/Juazeiro ocupa a sexta posição. Depois de Recife, temos Vitória, Maceió, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, a já citada Petrolina, Curitiba, Salvador, Belém e João Pessoa. Muita gente não gosta desses dados, mas foram disponibilizados pelo Ministério a partir da informação dos próprios estados. Um momento a refletir, no próximo post mais comentários sobre mortes por homicídios. Postado por Paulo Lotufo às 15:28 0 comentários

Um comentário:

Monique disse...

Oi Paulo!

Primeiro quero lhe parabenizar por seu blog! Sou aluna de enfermagem da PUC Minas e estou fazendo um trabalho sobre causas externas e seu impacto na saúde, pesquisando sobre o assunto encontrei várias informações de sua autoria.
Caso seja possivel envie-me informações para enriquecer meu trabalho. Desde ja agradeço!

Monique Félix